Notícias

Sem usar verba de gabinete em 2017, Andrino economizou R$216 mil aos cofres públicos

O vereador Tiago Andrino (PSB) informou durante a sessão desta quarta, 13, que durante o exercício do mandato em 2017, não utilizou a verba de gabinete e viabilizou uma economia de cerca de R$ 216 mil. Ao final do ano legislativo, o recurso será devolvido aos cofres do Executivo e o parlamentar aproveitou para pedir que a verba seja destinada à Secretaria Municipal de Saúde.

“A sensação é de dever cumprido no mandato pois trouxemos projetos de alta relevância, e fui um parlamentar muito econômico para a sociedade, não utilizamos a verba de gabinete e eu gostaria de que tudo o que foi economizado voltasse para a Prefeitura fosse destinado a políticas públicas voltadas para o autismo, como a construção de um Centro de Referência e Estimulação Precoce, que ajudará em especial as nossas milhares de crianças autistas que precisam se desenvolver e conquistar a máxima autonomia enquanto cidadãos. Este é o meu sonho e foi por isso fiz um esforço de economia gigante no mandato mês a mês para poder ajudar estas crianças”, afirmou.

Andrino reforçou que junto à presidência da Casa irá procurar o prefeito Amastha para solicitar a aplicação do recurso. O parlamentar comentou ainda a decisão de não utilizar a verba de gabinete.

“Quero ressaltar que não sou contra os vereadores terem um veículo e material necessário para o mandato, que realmente é necessário. Mas fiz o compromisso com o povo de Palmas de ser um parlamentar leve e conectado aos interesses da sociedade”, explicou.

Além da economia com a verba de gabinete, o vereador também renunciou, de forma irrevogável, a utilização das emendas parlamentares impositivas, já em 2018, recurso que deverá retornar aos cofres do município para investimento na Capital. (Ascom do Vereador)
 

14/12/17