Notícias

Falta de água na Câmara de Palmas pode ter ocorrido por “ar no encanamento”, afirmam técnicos

A Câmara de Palmas recebe um grupo de grevistas do quadro de servidores da educação municipal há 13 dias e, paralelo às manifestações, a Casa de Leis manteve suas atividades legislativas normalmente. No entanto, com a elevada demanda de pessoas dentro do prédio, o reservatório de água não suportou o fluxo de consumo dos últimos dias, provocando a ausência de água na Casa.

Após visita técnica da concessionária BRK Ambiental, responsável pelo fornecimento de água, constatou-se normalidade em relação ao fornecimento da rede até o prédio, porém, os técnicos explicam que com a baixa do reservatório, é comum que a tubulação seja preenchida com ar, o que impossibilita a passagem da água.

Esse tipo de situação ocorre geralmente em reservatórios de grande porte, como o da Câmara, que necessitam de força para a água subir até a caixa e restabelecer o consumo.

O Presidente da Casa, José do Lago Folha Filho (PSD), informou que já abriu processo para contratação de técnicos para analisar o projeto hídrico do prédio, a fim de detectar o problema e restabelecer o fornecimento de água.

Acompanharam a vistoria do engenheiro os vereadores Milton Neris (PP) Léo Barbosa (SD) e Folha Filho, além do Diretor Geral da Casa, João Paulo.

25/09/17