Notícias

Júnior Geo avalia seis primeiros meses de seu segundo mandato

Foram 55 requerimentos apresentados, 14 Projetos de Lei, dois Projetos de Resolução, solicitação de CPI, abaixo-assinado, posicionamento contrário a aumentos abusivos e fiscalização ao Executivo.

Reeleito com mais de dois mil votos, o vereador professor Júnior Geo (PROS) analisou positivamente os primeiros meses da sua segunda atuação na Casa de Leis. “Procuro agir como representante, da forma como eu gostaria que agissem por mim enquanto cidadão. Mesmo com as dificuldades que enfrento, tenho certeza que este trabalho vale a pena", ressaltou Geo.

Nesse curto período de tempo, Júnior Geo apresentou 55 requerimentos, 14 Projetos de Lei e dois Projetos de Resolução. Também está em pauta a solicitação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará a aplicação de recursos do Instituto de Previdência Social do município de Palmas (Previpalmas). O vereador continua na mobilização contra o aumento do transporte coletivo de Palmas. “Ainda estamos recolhendo assinaturas para requerer aos órgãos responsáveis que proponham uma ação civil pública em breve”, completou.

Em relação aos aumentos aprovados no primeiro semestre de 2017 pela Câmara Municipal de Palmas, o vereador manteve seu posicionamento contrário. “Votei contra os aumentos do IPTU, iluminação pública e taxa de coleta de lixo e estou lutando contra o aumento da tarifa de transporte público. Esses aumentos são abusivos para os trabalhadores e estudantes da nossa cidade. Precisamos repensar a gestão do dinheiro público e não simplesmente aumentar os tributos de forma que a sociedade não consiga pagar”, justificou o vereador.

O parlamentar tem atuado como membro da Comissão de Cidadania, Direitos Humanos, Meio Ambiente e Ética e Decoro Parlamentar e da Comissão de Assuntos dos Direitos da Mulher. Para contribuir com as mudanças que acredita, participa também da Comissão Especial para revisão da Lei Orgânica do Município e do Regimento Interno da Câmara Municipal de Palmas. (Ascom do Vereador)
 

31/07/17