Notícias

Vereadores recebem empresários e declaram apoio a projeto que prevê investimentos de R$ 500 milhões

A Câmara de Palmas recebeu na manhã desta quinta-feira, 20, empresários do ramo da construção civil, que cobram celeridade na votação do projeto Habita Palmas, que prevê benefícios fiscais para a construção de unidades habitacionais na capital. O presidente da Casa, José do Lago Folha Filho, declarou apoio às solicitações dos empresários e afirmou que esse projeto trará um retorno de R$ 500 milhões em investimentos para a cidade.

“Recebemos aqui empresários e representantes do Sinduscon-TO que pedem agilidade no projeto Habita Palmas, do executivo, que vai fornecer um incentivo de R$ 10 milhões para a construção civil. O retorno disso para a cidade, a gente calcula algo em torno de R$ 500 milhões em investimentos”, destaca Folha.

Os empresários defendem que a aprovação do projeto trará os incentivos necessários para a geração de empregos e renda para a capital. De acordo com o Presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Tocantins (Sinduscon-TO), Bartolomé Alba Garcia, o objetivo é fortalecer a economia com a criação de postos de trabalho. “Na construção civil a resposta é imediata. Nossa previsão é que se criem cinco mil empregos diretos, mas isso ao longo desses dois anos pode gerar até 15 mil empregos diretos”, pontua.

O vereador Tiago Andrino, disse durante o encontro que é importante a sociedade estar cada dia mais presente na Câmara e, de fato, cobrar dos parlamentares aquilo que é para o bem da população. “A aprovação desse projeto é do interesse da cidade, da comunidade, e por isso eu não me oponho, pelo contrário, acredito que devemos votar essa questão o quanto antes”, afirma.

Segundo Folha, os parlamentares vão fazer a votação do projeto na terça-feira, 25. “Vamos atender ao pedido dos empresários, porque a geração de empregos é algo bom para a economia, é bom para a população e, portanto, para toda a cidade.” O presidente da Casa afirmou ainda que a Câmara está disposta a ouvir aos anseios da sociedade e que as portas estarão sempre abertas para a discussão de temas importantes para a cidade.
 

20/04/17